Região do Cerrado Mineiro

Processo de Produção Oficial da Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro

  • As fazendas produtoras devem estar dentro da área delimitado Cerrado Mineiro;
  • Altitude miníma de 800 metros;
  • O produtor deve ser cooperado ou associado a uma das 9 cooperativas e/ ou 6 associações filiadas a Federação dos Cafeicultores do Carrado e estar em dia com suas obrigações junto a Federação;
  • Lotes com qualidade miníma de 80 pontos, baseado na metodologia da Associação de Americana de Cafés Especiais - SCAA;
  • Termo de responsabilidades de boas práticas e respeito as leis brasileiras assinado;
  • Os lotes devem estar depositados nas cooperativas filiadas ou armazéns credenciados;
  • Apenas a sacaria oficial da Região do Cerrado Mineiro, identificada com o Selo de Origem e Qualidade, deve ser usada.


Certificação de Origem e Qualidade

A Federação dos Cafeicultores do Cerrado, por ser uma entidade controladora da Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro atesta a origem dos Cafés por meio de Certificação de Origem a Qualidade que é o que garante produto certificado é proveniente de propriedades do território demarcado Região do Cerrado Mineiro.

O processo de  certificação de Origem e Qualidade Região do Cerrado Mineiro para avaliação sensorial de qualidade segue a metodologia e protocolo da Associação Americana de Cafés Especiais - SCAA. Quanto a Origem certificamos a  mesma usando o Sistema de Rastreabilidade, o Selo de Origem, Certificado de Origem e Laudo de Qualidade. Como comprovação da Certificação de origem e Qualidade a Federação dos Cafeicultores do Cerrado fornece o Certificado de Origem e Laudo de Qualidade assinado por um Q-Grader.


Selo de Origem e Qualidade

O Selo de Origem e Qualidade é o que atesta que o lote comercializado possui a certificação de Origem e Qualidade Região do Cerrado Mineiro, Conforme os requisitos estabelecidos no processo de produção.

O selo está á disposição de todos os produtores que fazem parte desta Região do Cerrado e que sigam o processo de produção da Denominação de Origem. para certificar Origem e Qualidade do lote, o produtor deve realizar seu credenciamento junto a Cooperativa ou Associação filiada a Federação dos Cafeicultores do Cerrado.